O que são os Tumores Cerebrais?

Os tumores cerebrais são massas de células que crescem no cérebro de forma anormal e descontrolada. Eles podem ser benignos (não cancerosos) ou malignos (cancerosos) e se classificam de acordo com o tipo de célula de onde se originam, da velocidade de crescimento e da capacidade de invadir tecidos próximos ou distantes.

Agendar Consulta

Tipos de Tumores Cerebrais

Gliomas: Se origina nas células gliais que suportam as células nervosas. Seus subtipos são:

  • Astrocitomas: Se dividem em diferentes graus de malignidade, sendo os glioblastomas os mais agressivos.
  • Oligodendrogliomas: Tendem a crescer mais lentamente e podem ser mais fáceis de tratar. Ocorrem principalmente nos lobos frontais, no prosencéfalo.
  • Ependimomas: São o terceiro tipo de tumor cerebral mais comum em crianças. Em adultos, se localizam principalmente na medula espinhal.

Meningiomas: Originam-se dos tecidos que envolvem o cérebro e a medula espinhal (meninges). São frequentemente benignos, mas seu local e tamanho podem causar sintomas neurológicos sérios.

Adenomas hipofisários: Tumores raros caracterizados pelo crescimento anormal de uma massa na hipófise, glândula responsável pela regulação da tireoide, ovários e que pode afetar a produção de hormônios.

Neuromas acústicos (Schwannomas Vestibulares): São tumores frequentemente benignos que crescem nos nervos responsáveis pela audição e equilíbrio.

São tumores malignos que começaram em outra parte do corpo e se espalharam (metástase) para o cérebro, refletindo o tipo de câncer original, como câncer de pulmão, de mama, ou melanoma.
Apesar de não serem cancerosos, podem causar sintomas mais sérios a depender de sua localização no cérebro, devido à pressão que exercem sobre o tecido cerebral circundante.
São cancerosos e geralmente mais agressivos e perigosos do que os benignos, pois podem invadir e destruir tecidos cerebrais sadios. Portanto, estes tumores requerem tratamento intensivo.

Sinais e Sintomas dos Tumores Cerebrais

Os principais sinais de alerta que podem indicar um tumor cerebral são:

Quando devo buscar um Neurocirurgião?

É aconselhado que o paciente busque um neurocirurgião quando notar a presença de sintomas persistentes ou progressivos, como dores de cabeça intensas e persistentes, alterações cognitivas, convulsões ou episódios de perda de consciência, mudanças nos sentidos, fraqueza ou paralisia em partes do corpo e outros sintomas.
 
Em casos de diagnóstico de um tumor cerebral, resultados anormais em exames de neuroimagem (MRI, CT scan) que indicam massa ou demais casos se busque uma segunda opinião é aconselhável buscar um profissional de confiança, que indique o melhor tratamento baseando-se nas necessidades individuais do paciente.
 

Agende sua consulta e
realize a avaliação médica.

(11) 99220-3836

Diagnóstico do Tumor Cerebral

Para o diagnóstico dos tumores cerebrais, são feitos: 
 
exame
Exame Físico
clinica
Avaliação de História Clínica
neuro
Exames Neurológicos
diagnostico
Teste de Diagnóstico

Tratamento para Tumores Cerebrais

O tratamento para os tumores cerebrais dependerá do estágio da doença e do local acometido. Podendo incluir:
 
mri-or-magnetic-resonance-imaging-of-the-head-and-2023-11-27-05-18-32-utc 1

Cirurgia

A remoção cirúrgica do tumor é, na maioria dos casos, o principal tratamento para os tumores cerebrais. Isso pode envolver a retirada completa do tumor ou uma biópsia para diagnóstico.
mri-or-magnetic-resonance-imaging-of-the-head-and-2023-11-27-05-18-32-utc 2

Radioterapia

A radiação é usada para destruir ou reduzir células cancerígenas. Este tratamento pode ser usado tanto após a cirurgia para eliminar células remanescentes ou como tratamento principal para tumores inoperáveis.
mri-or-magnetic-resonance-imaging-of-the-head-and-2023-11-27-05-18h-32-utc 1

Quimioterapia

Estes medicamentos quimioterápicos são usados para combater as células cancerígenas. Eles podem ser administrados oralmente ou por via intravenosa.
mri-or-magnetic-resonance-imaging-of-the-head-and-2023-11-t27-05-18-32-utc 2

Terapia-alvo

O uso de medicamentos para bloquear proteínas específicas envolvidas no crescimento do tumor. É uma opção para alguns tipos de tumores cerebrais com alvos moleculares específicos.
mri-or-magnetic-resonance-imaging-of-the-head-and-2023-11-27r-05-18-32-utc 1

Biópsia Estereotáxica

É um exame de imagem que envolve o uso de um suporte para a cabeça para a localização da estrutura a ser biopsiada. Com o paciente anestesiado, é feito um pequeno furo no crânio através de agulha na região a ser feita a biopsia.

Quem são os Candidatos a uma Cirurgia para Tumor?

Os candidatos a uma cirurgia para tumores cerebrais geralmente são determinados por uma equipe médica multidisciplinar, incluindo neurocirurgiões, oncologistas, radiologistas e outros especialistas. Alguns dos critérios gerais que podem tornar um paciente um candidato para cirurgia incluem:
  • Tipo e tamanho do tumor;
  • Localização do tumor;
  • Condição geral do paciente;
  • Estágio e agressividade do tumor;
  • Idade e estado funcional do paciente.

Quais são as cirurgias para Tumor Cerebral?

A cirurgia é uma das principais abordagens de tratamento para tumores cerebrais, podendo ser indicada tanto para remoção do tumor, quanto para alívio dos sintomas ou biópsias.
As principais técnicas cirúrgicas para tumores cerebrais incluem:
 
Craniotomia: Esta é a cirurgia mais comum e de grande porte para remoção do tumor. No procedimento, é feita a remoção de parte do crânio para acessar o tumor no cérebro.
 
Ressecção Subtotal: Em alguns casos, não é possível remover todo o tumor devido à localização ou ao risco de danos a áreas críticas do cérebro. Nesses casos, uma ressecção subtotal pode ser realizada para remover o máximo possível do tumor.
Ressecção Completa: Quando possível, é feita a ressecção completa do tumor, removendo-o por inteiro, especialmente tumores benignos ou em estágios iniciais de tumores malignos.
Estereotaxia: A partir de imagens tridimensionais detalhadas do cérebro, é feita a remoção precisa do tumor, minimizando danos aos tecidos circundantes.
Biópsia Estereotáxica: Em alguns casos, pode ser feita uma biópsia estereotáxica para obter uma amostra do tecido tumoral para análise e determinar o tipo exato de tumor, principalmente em casos que ele está em uma área delicada ou de difícil acesso.
Cirurgia guiada por Fluorescência: Esta técnica utiliza a fluorescência durante a cirurgia para melhor visualização do tumor e das margens tumorais durante a remoção dele.

Dr. Rômulo Almino

Neurocirurgia e Tratamento de Coluna
CRM: 126.291 | RQE: 37183
O Dr. Rômulo Almino é médico especializado em neurocirurgia pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP). É um neurocirurgião amplamente experiente no tratamento de doenças da coluna e cérebro, em adultos e crianças, através de técnicas e conceitos minimamente invasivos.
 
Realiza tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos para condições da coluna e do cérebro. Além de realizar atendimento de pacientes estrangeiros que residem no Brasil ou visitantes internacionais, com fluência em inglês e alemão.
 
Rosângela Aiala
Rosângela Aiala
12/12/2023
Suoer Recomendo o Dr Rômulo, profissional espetacular, atencioso, ético, paciente. Passei em consulta com ele p pedir uma 2a opinião do meu tratamento, ele foi super atencioso, tirou todas as minhas duvidas e me orientou o q fazer em relação ao tratamento e com o plano de saúde. Um profissional espetacular! Obrigada Dr Rômulo pela empatia e paciência q teve comigo.
Eu Eu
Eu Eu
19/11/2023
Médico extremamente competente. Dedicado e atencioso.
Ana Carolina Coelho
Ana Carolina Coelho
16/06/2022
Recomendo o Doutor Rômulo de olhos fechados, passei por vários médicos neurocirurgiões e ele foi o melhor que encontrei para fazer minha cirurgia na coluna cervical, excelente profissional, muito humano, muito competente, qualquer dúvida que tiver ele responde na ponta da língua, tem total autonomia no que fala e faz, muitíssimo inteligente. Operei em 04/06/2018 e minha cirurgia, meu pós operatório foram um sucesso. Tinha perdido quase todo o movimento do braço esquerdo, devido a uma hérnia de disco extrusa na C6 e C7, e após a cirurgia recuperei 100% do movimento novamente e as dores insuportáveis que sentia não sinto mais. Muito obrigada Doutor Rômulo!!!
luana oliveira
luana oliveira
18/11/2021
Extremamente competente,o melhor médico da área com quem me consultei.

Perguntas Frequentes

Quais são os riscos da cirurgia para tumor cerebral?
As cirurgias para tumores cerebrais têm riscos assim como todos os procedimentos cirúrgicos, entre eles o de infecção, hemorragias, reações à anestesia, entre outros. Alguns dos principais riscos são o comprometimento dos sentidos, da coordenação motora, memória e, em alguns casos, o inchaço cerebral. 
Existem fatores de risco relacionados ao surgimento de tumor cerebral?

Existem alguns fatores de risco conhecidos que estão associados a um maior potencial de desenvolvimento de tumores cerebrais. 
No entanto, muitas pessoas que têm esses fatores nunca desenvolvem um tumor cerebral. Da mesma forma que algumas pessoas podem desenvolver tumores cerebrais sem apresentar fatores de risco conhecidos. Eles são: 

  • Idade; 
  • Histórico familiar;
  • Exposição à radiação ionizante;
  • Exposição a certos produtos químicos como compostos orgânicos voláteis, solventes industriais e pesticidas;
  • Histórico de radiação na cabeça;
    Doenças genéticas e síndromes hereditárias;
  • Fatores ambientais e estilo de vida como o consumo excessivo de álcool, tabagismo e dieta pouco saudável.
É possível prevenir tumores cerebrais?
Infelizmente, não existem medidas específicas comprovadas para prevenir todos os tipos de tumores cerebrais, visto que os fatores que causam a maioria deles ainda não são conhecidos.  No entanto, existem algumas estratégias que podem ajudar a reduzir o risco de desenvolvê-los ou a detectá-los precocemente, como a adoção de um estilo de vida saudável, evitar o tabagismo, limitar o consumo de álcool, evitar a exposição excessiva à radiação ionizante e fazer check-ups regulares, além de procurar atendimento médico se surgirem sintomas incomuns ou persistentes, principalmente em casos de distúrbios genéticos ou histórico familiar de tumores cerebrais.
Qual a relevância do apoio emocional durante o tratamento do tumor cerebral?
O tratamento e a recuperação de um tumor cerebral podem ser emocionalmente desafiadores para o paciente e sua família. Portanto, o apoio emocional, incluindo aconselhamento, grupos de apoio e recursos psicológicos, pode ser benéfico durante esse período.
Entre em contato